Telefones

(92) 3234-3093
98114-5998 | 98193-1010

circulatoria

A Vida sedentária, consumo de gordura, açúcar, uso de cigarro e anticoncepcionais são algumas ações que quando combinadas e associadas causam um estrago enorme no organismo, depositando resíduos, enrijecendo, obstruindo, inflamando e rompendo vasos, veias e artérias.

O resultado disso é o grande aumento dos números de derrames, AVCs, infartos, varizes, doenças circulatórias, obstruções de artérias e aneurismas. Os sintomas iniciais dificilmente incomodam, mas em um segundo momento as pessoas passam a sentir mais dores de cabeça, inchaço, cansaço, tonturas, incômodos ao caminhar e, em alguns casos, aumento da pressão arterial sem razão definida.

Vários são os indícios decorrentes da doença das artérias e, uma vez que ocorre em todo o corpo, os diferentes tipos de sensações dependerão do órgão que foi comprometido. Por exemplo: se o comprometimento for da artéria renal, o paciente pode desenvolver um quadro de pressão alta. Mas se o problema atingir as artérias que vão ao cérebro, então os sintomas podem ser tonturas e até perda de consciência.

A questão reside no fato de que muitas vezes as artérias doentes apenas vão desencadear algum tipo de sintoma quando já existe um comprometimento sério, razão pela qual a consulta médica de prevenção adquire papel importante na medicina moderna. O principal tratamento sempre é a precaução e a mudança de hábitos.

O aparecimento mais comum são as doenças arteriais, aneurismas e a arteriosclerose, que, se não tratadas de forma séria, podem acarretar em falência de órgãos, perda de membros e até a morte. A boa notícia é que a maioria dos casos pode ser solucionada pelas cirurgias minimamente invasivas, isto é, com pequenos cortes de dois milímetros que não necessitam de pontos, oferecem menores riscos e a recuperação é mais rápida.

Instagram

Facebook

Convênios Atendidos

Copyright © Todos os direitos reservados